Você conhece os tipos de torra do grão de café?

Para chegar à nossa xícara, o café passa por um processo conhecido por “torrefação”. O grão de café cru não tem um gosto apetecível, e é por isso que precisa passar pela torra, garantindo melhor aroma e sabor. Independentemente da sua planta e cultivo – Arábica ou Robusta – os grãos de café são submetidos a altas temperaturas, para que atinjam determinada cor e paladar.

A torrefação, além de garantir a cor típica do café, também define sua acidez, corpo e aroma. O processo se inicia com o aquecimento dos grãos, a uma temperatura de 180 a 240 graus durante um período de sete a quinze minutos, conforme o grão de torra que se deseja obter. Quanto mais tempo demorar o café a torrar, mais escura será a sua cor. Para que tudo corra bem durante o processo, é fundamental que se utilize os sentidos (visão, a audição e o olfato) para determinar quando os grãos estão corretamente torrados.

 

Grão de Café com Torra Clara ou Light

Esse grau de torrefação acentua a acidez e o aroma do café, além de desenvolver corpo e diminuir o amargor da bebida. A temperatura padrão para torrar os grãos varia de 180 a 240ºC e, no caso da torra média, o tempo mínimo é de sete minutos para se atingir uma cor ligeiramente amarronzada ou bege.

 

Grão de Café com Torra Média ou Medium

Neste tipo de torrefação, procura-se o balanceamento entre corpo, acidez, aroma e amargor. As cores do grão variam bastante, entre várias tonalidades de marrom e marrom avermelhado, após um processo que pode demorar de nove a onze minutos.

 

Grão de Café com Torra Escura ou Dark

Com um tempo maior de torrefação, de doze a treze minutos, esta torra deixa os grãos mais escuros e mais saborosos, pois a bebida resultante é menos ácida e levemente mais amarga. O sabor da bebida fica mais robusto, já que é feita de grãos que apresentam um pouco de óleo na superfície.

 

De modo geral, quanto mais escura a torra, menos ácido será o café, e quanto mais leve for a torrefação, menos aroma a bebida apresentará. Nos que diz respeito ao corpo e aroma, o ideal fica entre uma torra média e média-escura.

A qualidade do café vai além do processo de torrefação escolhido. A origem dos grãos, por exemplo, também é um fator de determinante neste assunto. Conheça a origem dos cafés especiais do Scada e entenda por que eles estão entre os melhores cafés do mundo:

http://scadacafe.com.br/nossos-cafes
Fonte:

http://blog.clubecafe.net.br/tipos-de-torra-do-grao-de-cafe/
http://chavena.com/artigos/processo-torrefacao-cafe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *